Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após prisão de Roberto Jefferson, deputados do PTB vão ao TSE para deixar partido

A bancada não bolsonarista da sigla vai alegar que a prisão preventiva de Jefferson compromete os trabalhos dos parlamentares
Após prisão de Roberto Jefferson, deputados do PTB vão ao TSE para deixar partido
Foto: Reprodução

Após o presidente do PTB, Roberto Jefferson, ter sido novamente preso por determinação do STF, pelo menos seis parlamentares, dos 12 com mandato na Câmara, pretendem deixar o partido.

Os deputados vão seguir o caminho da deputada Luísa Canziani (PR), que ingressou com uma ação no TSE para solicitar a desfiliação partidária, mas sem perder o mandato parlamentar.

A bancada não bolsonarista do PTB vai alegar que a prisão preventiva de Jefferson compromete os trabalhos parlamentares e que os deputados não concordam com os posicionamentos políticos do presidente da executiva nacional.

No mandado de prisão, o ministro Alexandre de Moraes também enviou ofício ao TSE, à Corregedoria Eleitoral e à Procuradoria Eleitoral para verificação de possível uso ilegal do fundo partidário do PTB para as atividades criminosas.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO