Após renúncia de Evo, Bolsonaro defende voto impresso

Telegram

Jair Bolsonaro disse no Twitter que as denúncias de fraude na eleição da Bolívia “culminaram na renúncia do Presidente Evo Morales”.

O presidente também voltou a defender o voto impresso:

“A lição que fica para nós é a necessidade, em nome da democracia e transparência, contagem de votos que possam ser auditados. O VOTO IMPRESSO é sinal de clareza para o Brasil!”

O condenado iraniano que diz que Adélio Bispo seria ligado a uma facção criminosa e teria revelado o nome do mandante do atentado a Jair Bolsonaro. SAIBA MAIS AQUI

Comentários

  • Gilson -

    Concordo em número, gênero e grau!

  • lojo -

    verdade, tem que ser impresso........

  • Roberto -

    Tem de ser impresso mesmo, já vi no passado um video no Youtube mostrando a possibilidade da fraude, é real, possível, e muitos sabem disso.

Ler 73 comentários