Após reunião com Rússia, Consórcio Nordeste envia novos documentos à Anvisa

Após reunião com Rússia, Consórcio Nordeste envia novos documentos à Anvisa
Foto: Sputnik/Assessoria de imprensa do RFPI

A procuradora-chefe da Bahia, Bárbara Camardelli, enviou ofício à Anvisa nesta terça (4) com dois novos documentos para complementar o pedido de importação da vacina russa Sputnik V.

“O primeiro documento constitui complementação da resposta do Institu[t]o Gamaleya, já apresentada a V.Sa. mediante Ofício nº PGE/PA 160/2021, protocolado no último dia 29 de abril de 2021. A complementação referida traz elementos adicionais, incluídos necessárias observações ao vídeo divulgado em mídia nacional, permitindo aclarar o entendimento”, diz o texto.

“O segundo documento consiste em manifestação oficial do Comitê Científico do Consórcio Nordeste, que analisa a documentação ofertada pelo Instituto Gamaleya, com acolhimento das explicações técnicas e documentação comprobatória sobre a questão principal apontada (replicação do adenovírus)“, acrescentou a procuradora.

Reprodução/PGE-BA
A procuradora também reiteira pedido de “acesso integral aos autos e à documentação que serviu de lastro” à resposta negativa da Anvisa.

O ofício da Bahia foi divulgado à imprensa depois de começar a reunião dos governadores Wellington Dias (PT-PI) e Helder Barbalho (MDB-PA) com o embaixador da Rússia em Brasília, no fim da tarde de hoje. O encontro estava marcado para 17h30.

Leia mais: Quem são os diretores da agência que darão o veredicto sobre as vacinas a serem aplicadas nos brasileiros
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO