Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após revés, Lira faz reunião para avaliar derrota da PEC da Vingança

Para aliados do presidente da Câmara, é perfeitamente possível reverter os 11 votos que foram determinantes para a derrota do texto
Após revés, Lira faz reunião para avaliar derrota da PEC da Vingança
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-PR), chamou alguns aliados há pouco para uma reunião na residência oficial da Casa para avaliar a derrota do substitutivo do deputado Paulo Guimarães (PSD-BA) da PEC da Vingança.

A proposta, que ameaça a autonomia e a independência do Ministério Público, foi rejeitada por insuficiência de votos. O texto recebeu 297 votos a favor; eram necessários 308.

Aliados de Lira admitiram, em caráter reservado a O Antagonista, que ele não pretende desistir da votação do projeto. Com a derrota do parecer do relator biônico de Lira, agora a ideia é levar a plenário o texto original do petista Paulo Teixeira (SP).

Para isso, porém, Lira pretende esperar o “time” correto. A deputados próximos, o presidente da Câmara admitiu que a campanha de integrantes do Ministério Público e da sociedade contra a PEC foi determinante para o resultado adverso.

Agora, na visão de Lira, é necessário aguardar o “momento certo” de voltar ao tema. Segundo aliados do deputado alagoano, é perfeitamente possível se reverter esses 11 votos que foram determinantes para a derrota da PEC.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO