Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após sobrevoo, PF não encontra sinais de invasores na terra Waiãpi

Equipes da Polícia Federal e da Secretaria de Segurança Pública do Amapá não encontraram sinais da presença de não-indígenas na terra indígena Waiãpi em novo sobrevoo na região, informa o Globo.

No dia 23 de julho, o cacique Emyra Waiãpi foi assassinado no local, e integrantes da tribo denunciam que garimpeiros foram os responsáveis pela morte do líder indígena. A PF e o MPF investigam o caso.

Em nota, o Conselho das Aldeias Waíapi afirma que indígenas foram para Macapá conversar com um procurador para dizer que os invasores ainda continuam na terra Waiãpi.

“Continuamos preocupados, pois os rastros que nossos guerreiros estão seguindo mostram que eles estão cada vez mais perto de sair da terra indígena Waiãpi. Até agora nossos guerreiros ainda estão seguindo rastro dentro da mata, mas agora essas buscas estão sendo feitas principalmente na região onde o rio Felício corta a BR-210, onde vimos os rastros mais recentes.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO