Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após trégua, Bolsonaro critica o STF por demora em ação sobre combustíveis

O presidente da República entrou com a ação em setembro. Até agora, o caso não teve manifestação da relatora, ministra Rosa Weber
Após trégua, Bolsonaro critica o STF por demora em ação sobre combustíveis
Foto: Youtube

Em sua live semanal, Jair Bolsonaro (foto) criticou o STF pela demora na análise de uma ação em que ele pede que a Corte fixe prazo de 120 dias para que o Congresso Nacional aprove uma lei estabelecendo uma alíquota única do ICMS sobre os combustíveis.

Bolsonaro entrou com a ação em setembro. Até agora, o caso não teve manifestação da relatora, ministra Rosa Weber.

 “Já tem quatro meses. Mas, quando é contra mim, em 15 dias o pessoal bate o martelo contra a gente”, disse Bolsonaro há pouco.

Em fevereiro de 2020, Bolsonaro enviou o projeto para análise do Congresso. Desde então, o texto está parado. O presidente responsabiliza as alíquotas de ICMS pelo atual preço dos combustíveis.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....