Após "viagem oficial" a Las Vegas e com aval do governo Bolsonaro, senador apresenta projeto para liberar cassinos

Após “viagem oficial” a Las Vegas e com aval do governo Bolsonaro, senador apresenta projeto para liberar cassinos

O senador Irajá (PSD) apresentou, sem muito alarde, um projeto de lei para autorizar cassinos no Brasil.

Pela proposta (leia aqui a íntegra), a jogatina seria liberada somente em resorts, imitando um modelo internacional incentivado pelo pesado lobby dos jogos de azar no Congresso.

Irajá, que é filho da senadora Kátia Abreu (PP), aposta na narrativa de que os cassinos vão “dinamizar a atividade econômica em todas as regiões do Brasil” e ajudar o turismo que, pontuou ele na justificativa do projeto, “vem sofrendo com a desaceleração econômica em razão da pandemia da Covid-19”.

Em janeiro deste ano, O Antagonista revelou que Irajá e o senador Flávio Bolsonaro viajaram a Las Vegas com tudo bancado pelo Senado. Em “missão oficial”, eles passaram oito dias em Miami e em Las Vegas, justamente tratando da possibilidade de legalizar os cassinos no Brasil, com o apoio do governo federal. A comitiva também contou com o deputado Hélio Lopes, do Rio de Janeiro.

A agenda do grupo incluiu uma reunião com o presidente do Las Vegas Sand Coorporation, Sheldon Adelson, o maior doador da campanha de Donald Trump em 2016. Eles também se encontraram com o empresário salvadorenho Mario Guardado, diretor de cassinos em Las Vegas, que entregou a real agenda do encontro.

Desde o ano passado, Jair Bolsonaro vem sendo pressionado por líderes do Centrão e pelo próprio filho Flávio a mudar de opinião sobre a legalização dos jogos de azar. Durante a campanha, o então candidato dizia que os cassinos serviam para “lavar dinheiro” e “destruir as famílias” — leia aqui. A bancada evangélica é veementemente contra os jogos.

No fim de 2019, Bolsonaro recebeu para um almoço um grupo de parlamentares — liderado pelos deputados Elmar Nascimento (DEM) e Paulinho da Força (Solidariedade) — que defende a legalização dos jogos de azar e já estava se movimentando para colocar a matéria em votação em 2020. Menos de um mês depois, o presidente foi informado da viagem do filho Flávio a Las Vegas.

No início deste ano, um dos parlamentares envolvidos no debate disse a O Antagonista que “os olhos do presidente brilham” quando pedem para ele imaginar a Costa Verde — litoral sul do Rio de Janeiro, onde a família Bolsonaro tem casa — repleta de cassinos à beira-mar.

Em maio deste ano, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, admitiu pela primeira vez o plano do governo Bolsonaro de instalar cassinos no Brasil. O projeto de Irajá, que teve o aval do Executivo, prevê que “compete à União, exclusivamente, conceder, regulamentar e fiscalizar os serviços, a implantação e o funcionamento das atividades de resorts integrados com cassinos”.

Assista aqui ao nosso vídeo sobre o tema. E leia aqui uma reportagem da Crusoé.

Leia também:

Com concessões de até 70 anos, cassinos no Brasil bancariam construção de casas populares

Com concessões de até 70 anos, cassinos no Brasil bancariam ‘construção de habitações populares’

Leia mais: A 'proposta milionária' para votar com o governo.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 41 comentários
TOPO