Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Aprovação da Anvisa com condicionantes gera dúvidas, diz vice-presidente da SBIm

A Anvisa estabeleceu uma série de limitações para o uso das vacinas Sputnik V e Covaxin no Brasil
Aprovação da Anvisa com condicionantes gera dúvidas, diz vice-presidente da SBIm
Foto: Sputnik/Assessoria de imprensa do RFPI

A aprovação da Anvisa para a importação das vacinas Sputnik V e Covaxin deve gerar dúvidas na população, segundo a vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações.

A população precisa de uma autorização com tranquilidade, então fica muito difícil explicar para todo mundo, ainda mais nesse cenário de tanta dúvida”, disse a médica Isabella Ballalai em entrevista à CNN Brasil.

De qualquer forma, a Anvisa, de maneira nenhuma, autorizaria mesmo que com limitações do número de doses, uma coisa que ela não considera segura para a população.”

Em relação à Sputnik V, a agência estipulou que a quantidade de doses será restrita a 1% da população de cada um dos seis estados solicitantes.

Além disso, a aplicação do imunizante deve ser restrito a centros de saúdecom capacidade para atendimento a eventos adversos imediatos”. 

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO