Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Aras afirma que não precisa de 'flechas' para cumprir dever

PGR aludiu à famosa frase de um dos seus antecessores, Rodrigo Janot, e voltou a negar que seja alinhado ao governo de Jair Bolsonaro
Aras afirma que não precisa de flechas para cumprir dever
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Questionado em entrevista à CNN sobre seu alinhamento ao governo de Jair Bolsonaro, Augusto Aras (na foto, com o presidente) respondeu que não precisa de “flechas” para cumprir seu dever.

É uma alusão à frase “enquanto houver bambu, haverá flecha”, de um dos antecessores de Aras na Procuradoria-Geral da República, Rodrigo Janot, cuja gestão foi marcada por operações que prenderam políticos e empresários.

“É provável que em governos anteriores, em gestões da Procuradoria anteriores, a demonstração de independência fosse feita de forma estridente, de uma forma escandalosa, fosse feita sempre de uma forma: o caçador de político e de empresários”, disse o atual PGR.

“Eu não preciso ser o arqueiro. Eu não preciso de flechas para cumprir meu dever”, prosseguiu Aras, alegando que sua gestão “supera a dos últimos dez anos em tudo, em número de denunciados, em valores de recuperação de ativos”.

“Não tenho preocupações com afinamentos, com vínculos, pois nunca os tive com ninguém. Do contrário até, não frequento casa de ninguém, certos ambientes”, acrescentou o muito independente PGR.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....