Aras critica investigação contra a Lava Jato e vai à Justiça para barrar inquérito do STJ

Aras critica investigação contra a Lava Jato e vai à Justiça para barrar inquérito do STJ
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O procurador-geral da República, Augusto Aras, criticou hoje (26) a abertura de inquérito pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) para investigar a atuação de procuradores da operação Lava Jato. Além disso, Aras afirmou que pretende levar o caso até a Corte Interamericana de Direitos Humanos, com o objetivo de barrar a investigação.

“Preparamos a defesa das nossas prerrogativas, do sistema constitucional brasileiro, e também buscaremos salvaguardar a nossa instituição no que toca aos atos e omissões, porventura existentes, eventualmente tidos como ilícitos e imputados aos nossos colegas integrantes de toda a carreira”, afirmou o procurador-geral.

Na semana passada, o presidente do STJ, Humberto Martins, instaurou de ofício um inquérito para apurar “suposta tentativa de intimidação e investigação ilegal de ministros da Corte” por integrantes da força-tarefa da Lava Jato.

Leia mais: Guedes e seu ideário foram inteiramente soterrados pelos planos de sobrevivência política do presidente da República e da sua própria reeleição
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO