Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Aras diz que Brasil vive 'polarização permanente, gravíssima' - mas não aponta o culpado

Indicado para 2º mandato na PGR explicou continuidade do inquérito das fake news, que já dura 26 meses
Aras diz que Brasil vive polarização permanente, gravíssima – mas não aponta o culpado
Reprodução/TV Senado/YouTube

Augusto Aras voltou a dizer à CCJ do Senado nesta terça (24) que o Brasil vive uma “polarização permanente, gravíssima” –  sem apontar o responsável.

“O grande problema que nós estamos vivendo – e eu não estou aqui fazendo defesa do ministro, relator, nem da Corte – o que nós estamos vivendo é uma polarização permanente, gravíssima para o país, gravíssima para as instituições democráticas, gravíssima para todos”, disse Aras, na sabatina para um segundo mandato à frente da PGR, sem dar nome aos bois.

“Que faz com que todo dia haja uma nova – um novo fato, e este novo fato provoque um avulso deste inquérito [das fake news] que vai assim se eternizando…” – nesse momento, Aras foi interrompido pelo senador Esperidião Amin (PP-SC), que disse: “Há 26 meses”.

Aras continuou: “O grande problema nosso como instituição, senador, é conciliar. E eu digo conciliar no sentido mais profundo da palavra. A norma, o Direito, diante de um momento tão tumultuado como nós estamos vivendo”.

Leia também:

“Segurança jurídica é amortecedor para impactos sofridos pela sociedade”

Aras diz ter compromisso de tratar político “com dignidade”

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO