Aras reforça pedido para incluir Gentili no inquérito dos atos antidemocráticos

Aras reforça pedido para incluir Gentili no inquérito dos atos antidemocráticos
Foto: Alan Santos/PR

Augusto Aras reforçou ao STF o pedido de incluir Danilo Gentili no inquérito dos atos antidemocráticos, diz O Globo.

O procurador-geral da República apresentou na petição um tuíte do humorista sobre uma declaração de Jair Bolsonaro durante a live de quinta-feira

Quem diz que só sai da cadeira de presidente morto é ditador. E ditador a gente sabe o que merece”, afirmou Gentili.

Em sua manifestação, Aras afirmou que o apresentador “mais uma vez, manifestou-se na rede social Twiter de forma a hostilizar a Presidência da República, instituição democrática por excelência”.

Em face do exposto, considerando, sobretudo, que o mencionado discurso de ódio direcionado à Câmara dos Deputados, e agora à Presidência da República, configura ação ilegal e contrária ao Estado Democrático de Direito, o procurador-geral da República manifesta-se pelo reconhecimento da conexão entre o presente caso e os fatos apurados no inquérito que investiga atos e manifestações antidemocráticas e atentatórias às instituições do Estado (INQ 4s828).”

Mais notícias
TOPO