Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Aras se opõe a investigação sobre fala de Bolsonaro em ligação com Kajuru

Aras se opõe a investigação sobre fala de Bolsonaro em ligação com Kajuru
Foto: Marcos Corrêa/PR

O PGR, Augusto Aras, se manifestou contra investigar o presidente Jair Bolsonaro por advocacia administrativa e corrupção ativa por causa de sua conversa com o senador Jorge Kajuru (Podemos-GO) sobre a CPI da Covid.

Deputados de oposição haviam acionado o STF alegando que o presidente tentou interferir no Poder Legislativo, ao sugerir que o escopo da CPI fosse alargado para abarcar prefeitos e governadores.

O relator do caso, Kassio Marques, havia pedido uma manifestação de Aras, como é praxe nesse tipo de solicitação.

O PGR entendeu que Bolsonaro manifestou sua perspectiva pessoal de que seria mais prudente ampliar o escopo da investigação, de forma que todo aquele que tivesse praticado alguma irregularidade, independentemente da unidade federativa ou da esfera de poder, pudesse ser responsabilizado”.

Segundo Aras, Bolsonaro defendeu o que achou que seria melhor para o país.

“Não há como se extrair das falas transcritas que o Presidente da República defendeu, ao manifestar-se pela ampliação da investigação, interesses particulares de outrem, tendo ele deixado claro tratar-se, sob seu ponto de vista, do melhor cenário para o País.”

Quanto à acusação de corrupção ativa, Aras afirmou que é preciso haver o oferecimento ou a promessa de vantagem indevida, o que, segundo ele, não há.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....