Aras volta a atacar a Lava Jato em videoconferência com senadores

Aras volta a atacar a Lava Jato em videoconferência com senadores
Foto: Divulgação MPF

Augusto Aras, o PGR escolhido por Jair Bolsonaro fora da lista tríplice, repetiu nesta quarta-feira (29) para senadores os ataques à Lava Jato que fez ontem durante uma live com um grupo de advogados petistas, registra O Globo.

Segundo relatos de parlamentares que participaram da videoconferência ao jornal carioca, Aras disse que “República não combina com heróis” e que a distribuição de processos na operação é passível de fraude.

Também alegou que a Corregedoria do Ministério Público Federal não tem acesso aos dados da operação e afirmou já ter pedido uma auditoria sobre a maneira como são escolhidos os processos.

O PGR declarou ainda que o Conselho Nacional do Ministério Público já pediu esclarecimentos à força-tarefa em São Paulo, acusando a Lava Jato de não seguir a impessoalidade na escolha dos processos.

Como Crusoé já explicou em reportagem, o cerco à Lava Jato paulista beneficiará principalmente tucanos e petistas.

Leia mais: O estrago do plano do PGR sobre a Lava Jato
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO