Araújo em busca de "possíveis falcatruas" de Celso Amorim no Itamaraty

Celso Amorim, o melhor amigo brasileiro da ditadura medieval iraniana, disse que Ernesto Araújo como ministro das Relações Exteriores representaria uma volta à Idade Média.

Araújo respondeu no Twitter:

“Não entendi se é crítica ou elogio, mas informo que não retornaremos à Idade Média, pois temos muito a fazer por aqui, a começar por um exame minucioso da ‘política externa ativa e altiva’ em busca de possíveis falcatruas.”

Comentários

  • Juliana -

    Repito.Quando a esquerda esperneia é por que é bom.Tô igual ao Marco Antonio Villa.

  • Leonardo -

    O Celso Amorim esqueceu do básico da diplomacia. Deixou de representar o estado e passou a representar o governo. Miserável.

  • Carlos -

    Celso Amorim vai ficar na história como o anão da diplomacia brasileira, sujeitinho medíocre.

Ler 122 comentários