Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Arcebispo de Aparecida: “Pátria amada não pode ser pátria armada”; assista

Dom Orlando Brandes também mencionou a corrupção e a disseminação de fake news durante sermão na missa pelo Dia de Nossa Senhora Aparecida
Arcebispo de Aparecida: “Pátria amada não pode ser pátria armada”; assista
Foto: Marcos Corrêa/PR

O arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, fez duras críticas ao momento que o Brasil atravessa. Mais cedo, durante seu sermão na missa pelo Dia de Nossa Senhora Aparecida, ele se posicionou contra o armamento da população e mencionou a corrupção e a disseminação de fake news. 

Para ser pátria amada, não pode ser pátria armada. Para ser pátria amada, seja uma pátria sem ódio. Para ser pátria amada, uma república sem mentira e sem fake news. Pátria amada sem corrupção. E pátria amada com fraternidade. Todos irmãos construindo a grande família brasileira.”

“Pátria amada” é o slogan do governo de Jair Bolsonaro. O presidente, no entanto, não foi citado por Dom Orlando Brandes.

Assista:

Mais notícias
TOPO