ACESSE

A "armadilha" petista para Bolsonaro nos EUA

Telegram

Jair Bolsonaro disse a O Antagonista na sexta-feira que cancelou palestra na George Washington University porque descobriu que o organizador Mark Langevin estimulou protestos no local.

Neste sábado, o deputado chamou nossa atenção para a “armadilha”, enviando um vídeo de Langevin, à frente de uma bandeira do PT, fazendo campanha para Dilma Rousseff, em português com sotaque americano:

“Hoje a gente passou o dia inteiro conversando como a gente vai organizar essa campanha para Dilma aqui em Boston, porque a gente vai ganhar essa campanha aqui, enquanto os nossos companheiros no Brasil vão ganhar para Dilma também. A gente vai eleger o próximo governo do Brasil, sendo presidente Dilma, e vai transformar o Brasil ainda mais, gerando muitas oportunidades para todo brasileiro e fundando essa democracia igualitária do governo Lula.”

Em imagens disparadas por Bolsonaro para sua lista de contatos do WhatsApp, Langevin também aparece ao lado de Dilma, para quem seu instituto organizou a palestra “A luta pela democracia no Brasil”, e Jean Wyllys, cujo manifesto sobre a “ameaça” da Lava Jato ao país foi assinado por Langevin.

À BBC Brasil, o militante petista havia dito na sexta:

“Bolsonaro mostrou que não está pronto para um debate democrático, aberto ao público, e a um público misturado, formado por simpatizantes, mas também críticos e curiosos.”

Comentários

  • Paula -

    kkkk esses PTralhas além de corruPTos ao extremo, são burros. Os Bolsonaros com vários eventos, entrevistas e reuniões ainda têm inteligência para desarmar malandragem dos esquerdalhas. Por essas e por outras #BolsonaroPresidente2018PrimeiroTurno

  • roberto -

    Bolsonaro vai derrotar toda essa petralhada de uma só vez

  • João -

    Quanto mais o Antagonista bate no Bolsonaro, mais apanha. Aconselho a publicarem mais e mais matérias em favor do Hulk, hehe

Ler 643 comentários