Arthur Lira contra a CPI da Covid: 'não é hora de apontar o dedo'

Arthur Lira contra a CPI da Covid: não é hora de apontar o dedo
Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

Arthur Lira, para a surpresa de ninguém, criticou a criação da CPI da Covid —o presidente da Câmara participou nesta sexta (9) de um evento da Codevasf, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba, em Arapiraca (Alagoas), registra o Estadão.

“A CPI não nasce à toa. Tem de ter um fato determinado e tem de ter as assinaturas. E ela tem de ter a ocasionalidade”, disse o deputado do PP alagoano a jornalistas presentes ao evento.

“Eu comungo da ideia de que esse momento não é momento de se encontrar culpados, de se apontar o dedo para ninguém”, continuou Lira.

O momento é de se correr atrás de vacina, seja lá onde ela estiver, e apontar seringa e agulha no braço dos brasileiros. Esse é o momento. Daqui a dois, três meses, esses culpados vão estar morando em outro lugar, vão estar apagadas as provas? Vão estar escondidas as evidências? Não”, acrescentou.

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO