Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Arthur Lira propõe 'retaguarda' de 10 a 15 dias para pesquisas eleitorais

Presidente da Câmara defendeu novo Código Eleitoral, que censura levantamentos, e disse que tem de haver 'cuidado maior' com as informações
Arthur Lira propõe retaguarda de 10 a 15 dias para pesquisas eleitorais
Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Arthur Lira defendeu nesta quarta-feira (4) o texto do novo Código Eleitoral, protocolado na última segunda (2). Entre outras medidas, o projeto estabelece censura a pesquisas eleitorais, para que elas só possam ser divulgadas até a antevéspera da eleição.

O presidente da Câmara pediu o que chamou de “retaguarda” de 10 a 15 dias antes das eleições, em que fosse adotado um “cuidado maior” com as informações repassadas pelas pesquisas.

Em entrevista à CNN, Lira alegou não ser justo com os candidatos que um levantamento dê, “a dois dias da eleição, uma diferença de 30 pontos atrás e você chega no dia empatado”.

“São discrepâncias como essa que nos chamam atenção. Talvez, ali, uma retaguarda de dez dias, 15 dias para o pleito, você ter um cuidado maior com as informações que são repassadas, muitas vezes isso influencia diretamente no resultado negativo de uma eleição”, acrescentou o deputado, sem dar detalhes sobre a “retaguarda”.

Lira disse ainda que, na Câmara, “nada é feito açodado” e todos os temas são “debatidos intensamente” com os líderes e as bancadas dos partidos.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO