Arthur Virgílio decreta luto pelas 100 mil mortes por Covid-19

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, decretou luto oficial de três dias, em razão da morte de 100 mil brasileiros pela Covid-19.

Ele disse que a “teimosia, desinformação e inconsequência” de Bolsonaro são os principais culpados pelas 100 mil mortes. “Estou representando contra ele nas Cortes Interamericana e da Haia”, afirmou.

“Cem mil mortes não é apenas um número, e alto número registre-se, são vidas de pessoas que partiram de forma inesperada. São pais, mães, avós, filhos e filhas que não tiveram uma segunda chance contra esse vírus terrível. É uma triste estatística que poderia ser evitada, se todas as medidas preventivas fossem tomadas desde o início, mas faltou liderança”, disse.

Leia mais: Exclusivo: a imprensa livre na mira
Mais lidas
  1. Assessor de Mourão procura Congresso: "É bom estarmos preparados"

  2. Governo estima que mortes por Covid cheguem a 2 mil por dia

  3. AGÊNCIA DA ALEMANHA RECOMENDA QUE VACINA DA ASTRAZENECA NÃO SEJA USADA EM MAIORES DE 65 ANOS

  4. "Mega epidemia daqui a 60 dias"

  5. Defesa: leite condensado tem "potencial energético"

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 19 comentários
TOPO