Arthur Virgílio decreta luto pelas 100 mil mortes por Covid-19

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, decretou luto oficial de três dias, em razão da morte de 100 mil brasileiros pela Covid-19.

Ele disse que a “teimosia, desinformação e inconsequência” de Bolsonaro são os principais culpados pelas 100 mil mortes. “Estou representando contra ele nas Cortes Interamericana e da Haia”, afirmou.

“Cem mil mortes não é apenas um número, e alto número registre-se, são vidas de pessoas que partiram de forma inesperada. São pais, mães, avós, filhos e filhas que não tiveram uma segunda chance contra esse vírus terrível. É uma triste estatística que poderia ser evitada, se todas as medidas preventivas fossem tomadas desde o início, mas faltou liderança”, disse.

Leia mais: Exclusivo: a imprensa livre na mira
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO