Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Arthur Weintraub confirma que assessorou Bolsonaro sobre cloroquina

O ex-assessor de Jair Bolsonaro também admitiu que não forneceu informações ao presidente sobre as vacinas em desenvolvimento contra a Covid
Arthur Weintraub confirma que assessorou Bolsonaro sobre cloroquina
Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Em vídeo divulgado neste sábado nas redes sociais, Arthur Weintraub, apontado como um dos líderes do “Ministério da Saúde Paralelo, confirmou que aconselhava Jair Bolsonaro sobre medicamentos sem eficácia comprovada contra o coronavírus.

Existia o remédio da malária [cloroquina], que estava começando a ser aventado como uma possibilidade. Mas, dentre esse cenário de guerra, era uma possibilidade. O que eu fiz? Eu li os artigos que existiam, o que havia de coisa publicada, e fui falar com o presidente. Antes de mais nada, eu fui, passei na farmácia e comprei esses remédios da malária, sem receita, e eu tomei por dois dias. (…)  E eu fui comentar com o presidente que havia coisas publicadas sobre o assunto e eu estava entrando em contato com médicos e pesquisadores dessa área. E o presidente disse assim: ‘Você que tem esse histórico passa a estudar e você vai me trazer o que você for encontrando e você vai vendo os contatos‘”, afirmou Arthur em vídeo ao lado do irmão, Abraham Weintraub.

Ele também admitiu que não forneceu informações ao presidente sobre as vacinas em desenvolvimento.

Como mostramosa cúpula da CPI da Covid avalia mandar um representante da área técnica do colegiado para os Estados Unidos para tomar o depoimento de Arthur.

Nesta sexta-feira, ele e o irmão Abraham Weintraub anunciaram que estão se recuperando de um caso grave de Covid.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
TOPO