As agências acusadas de crIme pelo marqueteiro

Lauro Jardim informa no Globo que duas agências de propaganda aparecem na delação premiada de Renato Pereira, recém-homologada por Edson Fachin:

– a Propeg (dona inclusive de várias estatais federais, incluindo a Caixa, Correios e Petrobras);

– e a PPR (dona da NBS e da Quê).

“O marqueteiro de Sérgio Cabral, Eduardo Paes e Luiz Fernando Pezão relata que as duas agências eram usadas para simular contratos que serviam para montar o caixa dois de campanhas eleitorais no Rio de Janeiro.”

21 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. Fernando Barros da Propeg, faz isso a anos!! Desde a epoca de Antonio Carlos Magalhaes!! Inclsuive tambem ja foi socio de Fernando Baiano na TPC, empresa dele e do filho, Leo Barros, na area de logistica.

  2. Leitor, trabalhei por mais de 35 anos na publicidade. E posso garantir que a Propeg sempre esteve em todas as jogadas.
    Só quem não é ou não foi do ramo que não sabe disso.
    P.uta novidade.

    1. Exato! Fernando Barros e Propeg lavam dinheiro desde a epocade Antonio Carlos Magalhaes! Superfaturam os valores em acordo com estatais e politicos e devolvem o dinheiro cobrando uma tava de 25%.

  3. Sindicato do Crime, Agências do Crime. Lava Jato está mudando o panorama institucional do mercado profissional e o espírito místico da coisa toda…dando a devida marca registrada aos fribois…

  4. O ano de 2017 acabando, com certeza o STF da senhora Escárnio não fará a faxina necessária dessa vergonhosa política do país. Ao permitir candidaturas de corruptos notórios, por leniência, o supremo se tornará CÚMPLICE. A balela de que o povo tem que aprender a votar, com esse tipo de educação oferecida, talvez em 2054, quem sabe né? Desanimador!

  5. Fachin, muito atuante contra o o PSDB e o PMDB, sempre obsta qualquer denúncia que envolva petistas e seus puxadinhos. Só não é pior que Janot, o nojento, mas tem mais poder que ele.
    O Brasil tem que se livrar dos petralhas. De todos, mesmo que ministros do STF.

    1. Mentiroso cara. “Divulga o que não existe?” As gravações não existiram? A mala do Lourdes não existiram? A conversa corrupta do Aécio não existiram? Até pra ser Mav há limites de falta de caráter.

  6. Tudo que vem de Fachin é suspeito, já que sempre obsta qualquer denúncia contra qualquer petista. Fachin só não é pior que Janot, o nojento, mas tem mais poder que ele.
    O Brasil tem que se livrar dos petralhas. De todos, mesmo que ministros do STF.

  7. Para o STF e TSE essas agências configuram como parte do crime organizado? Além de permanecerem com os contratos existentes ganharão outros pela capacidade de gerência. Apenas uma tem três estatais. Que empresa no Brasil consegue isso se não servir o crime organizado?