As conivências de Ciro Nogueira

As conivências de Ciro Nogueira
Foto: Pedro França/Agência Senado

Ciro Nogueira, o lulista que virou bolsonarista, também é um camelão na condução do seu partido, o Progressistas (antigo PP), nas eleições internas no Congresso.

Na Câmara, ele rejeita a possibilidade de reeleição de Rodrigo Maia e apoia, claro, a candidatura do seu pupilo Arthur Lira, o alagoano que é maestro do Centrão e acredita ser “muito possível” ganhar a disputa, em fevereiro do ano que vem.

No Senado, porém, pelo menos por enquanto, Ciro Nogueira garante apoio à reeleição inconstitucional de Davi Alcolumbre.

O Antagonista não conseguiu contato com o senador piauiense. Por meio da assessoria do parlamentar, fez chegar a ele, ontem, as seguintes perguntas: “Senador, o senhor é a favor da reeleição do Davi? Considera que a situação no Senado é diferente da da Câmara? Apoiar a reeleição do Davi não coloca em risco a candidatura do Lira, uma vez que abriria margem para o Maia se reeleger também? O senhor vai assinar algum manifesto ou se manifestar sobre a reeleição do Davi?”.

O camaleão ignorou os questionamentos.

O posicionamento do Progressistas é idêntico ao do PSD de Gilberto Kassab: contra a reeleição inconstitucional de Maia e a favor da reeleição inconstitucional de Alcolumbre.

Leia mais: Confira um resumo das principais matérias da edição passada e entenda por que você não pode ficar de fora das próximas.
Mais notícias
TOPO