"As defesas de Bolsonaro parecem mais frágeis agora"

“As defesas de Bolsonaro parecem mais frágeis agora”
Foto: Marcos Corrêa/PR

“O principal programa de Jair Bolsonaro desde 2020 foi a sabotagem dos esforços de combate à epidemia”, diz o editorial da Folha de S. Paulo.

“Além desse plano de desorganização sanitária, erros, omissões e negligência serão tema da CPI da Covid no Senado (…).

Quando se sente encurralado, é comum que Bolsonaro ataque os demais Poderes ou apoie adeptos do golpe militar. Noutras situações, como agora, sugere que o país está próximo de um tumulto que exigirá medidas de exceção.

Quando não ataca diretamente a República, cede poder ao Centrão, como faz desde o início de 2020. Na sua versão mais amena, patrocina pactos entre os Poderes, que acabam por se revelar farsescos. Em qualquer hipótese, suas defesas parecem mais frágeis agora.”

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO