Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

As mortes estão no colo de Bolsonaro

As mortes estão no colo de Bolsonaro
Brasilia 18/03/2020 - Foto: Adriano Machado/CRUSOE Presidente Bolsonaro durante assinatura de medidas com com poder judiciario no combate ao surto de coronavirus

“Enquanto governadores e prefeitos tentam cumprir suas responsabilidades — uns vão bem, outros, mal —, o presidente se dedica a sabotar os esforços dos outros”, diz Carlos Alberto Sardenberg.

“Como não consegue nem um argumento para desclassificar o isolamento — nem o novo ministro da Saúde, perdidaço, topa isso —, Bolsonaro trata de atacar os que considera seus inimigos, mesmo que isso prejudique o combate à epidemia (…).

Vamos falar francamente: o presidente e seus filhos já cometeram erros demais. Só não cometeram mais porque foram contidos ou pelo STF ou pelo Congresso. Mas as barbaridades que já praticaram são suficientes para que sejam apanhados nos diversos inquéritos em andamento no Supremo e, logo, logo, no Congresso.

O presidente é, pois, irresponsável. Como não se trata ‘apenas’ de um mau administrador, torna-se também culpado. Sim, as mortes estão no ‘colo’ dele”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO