As perguntas de Cunha a Temer são “invasivas”?

Eduardo Cunha pode até não fazer delação premiada, mas ontem disparou um míssil contra Michel Temer…

Ele arrolou o presidente da República como testemunha de defesa na ação que apura a participação do ex-deputado na roubança promovida no Fundo de Investimentos do FGTS.

Entre as duas dezenas de perguntas que Cunha enviou a Temer, estão as seguintes:

“Vossa Excelência tem conhecimento de algum pagamento de vantagem indevida pelo senhor Benedicto Junior (da Odebrecht) a Moreira Franco para liberação de financiamento do FI-FGTS à Odebrecht Transportes para associação no Porto de Santos?”

E ainda:

“Vossa Excelência tem conhecimento de qualquer vantagem indevida solicitada ou recebida pelo senhor Moreira Franco para liberação, no âmbito do FI-FGTS, em qualquer projeto, incluindo o Porto Maravilha?”

Será que Temer também achará as perguntas de Cunha “invasivas”, assim como as da PF no caso de Joesley?

Faça o primeiro comentário