ACESSE

"As pessoas morrem ao som dos bate-bocas das excelências"

Telegram

A estimativa de que a taxa média de crescimento do PIB brasileiro nesta década será a mais baixa dos últimos 120 anos fez Miro Teixeira, o ex-decano do Congresso, dizer o seguinte:

“Isso reflete o atraso das organizações política e administrativa que transforma os Poderes em ambientes cenográficos no Brasil.”

“As pessoas morrem ao som dos bate-bocas das excelências”, emendou em mensagem enviada a O Antagonista o ex-deputado constituinte, que deixou o Congresso em 2018, ao não se eleger senador pelo Rio de Janeiro.

Leia também: Crusoé e O Antagonista+: 3 meses por R$ 1,90/mês. Comece agora

Comentários

  • MARCO -

    Tudo isso é reflexo de uma política atrasada demagoga e negligente de anos de descanso , não é de hoje nem de ontem é de sempre, então nós poupe de mais balelas .

  • MARCO -

    É o q sempre digo e penso faz tempo

  • Nelson -

    Parabéns Miro.Faltou dizer incentivado pela imprensa raivosa!!!!!!!!!!

Ler 16 comentários