As redes sociais viraram

A base de apoio a Jair Bolsonaro nas redes sociais derreteu nos últimos dias.

“Segundo o monitoramento da FGV, de 12,5 milhões de postagens no Twitter, o eixo de apoio a Bolsonaro, que antes dos protestos reunia 12% das interações, caiu para 6,5% de participação até quarta-feira”, disse a BBC.

Comentários

  • Luciano -

    Vocês estão equivocados. O número de grupos de apoio ao Governo cresceu quase que exponencialmente. Revise seus conceitos de amostras.

  • Ivan -

    Mas não eram todos robôs?!

  • Pedro -

    .... congresso ai pergunto. ...supervisão de bispos e pastores bandidos corruptos que dirão como nos comportamos? Que venha Mourão e em 2022 vemos o que fazer.

Ler 402 comentários