ACESSE

As suspeitas do Fisco sobre a empresa do fundador de Inhotim

Telegram

A Receita Federal encaminhou ao Ministério Público Federal de Minas Gerais uma representação para efeitos penais sobre a Bemai Participação e Administração e seu sócio, o empresário Bernardo de Mello Paz, fundador do Instituto Inhotim, informa a Crusoé.

Sobre Bernardo Paz, o Fisco afirmou ter encontrado indícios de possível omissão de “receitas e lucros auferidos”.

Também identificou a ausência de lançamento mensal na contabilidade da empresa de “quantias descontadas dos segurados ou devidas pelo empregador”.

Leia a nota completa aqui.

Leia mais: Escândalos à vista: os novos aliados de Bolsonaro

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 6 comentários