As trapaças de Maduro

Maduro possui apenas 22% de apoio popular, mas está, a exemplo de Dilma, fazendo o diabo para sair vencedor da eleição parlamentar programada para 6 de dezembro na Venezuela.

A Folha enumerou algumas de suas manobras para tentar anular a vantagem de 20 a 30 pontos percentuais da oposição. O “pacote de trapaças” inclui confundir o eleitor no cartão de voto, o redesenho do mapa eleitoral diminuindo as zonas opositoras, o impedimento de candidaturas por irregularidades no imposto de renda, mudanças nas regras da votação e até mesmo o Estado de exceção decretado na fronteira com a Colômbia, o que limita a campanha numa região onde o chavismo anda fraco.

Além de ditadura, a Venezuela é uma tragicomédia.

Faça o primeiro comentário