Assassinato de testemunha da Lava Jato é arquivado ‘sem culpados’

A Polícia Civil da Bahia e o MP estadual arquivaram a investigação do assassinato do empresário José Roberto Soares Vieira sem identificar o motivo e os culpados, informa a Folha.

Testemunha da fase da Lava Jato que apurou desvios de recursos na Transpetro, Vieira foi morto com nove tiros na rodovia BA-522, em Candeias, região metropolitana de Salvador, no dia 18 de janeiro de 2018 –há um ano, portanto.

O crime ocorreu dois meses depois de o empresário depor na PF e se tornar a principal testemunha das investigações que resultaram na prisão de José Antonio de Jesus, ex-gerente da Transpetro na Bahia.

Será que os militares conseguirão moderar o que acontece dentro Planalto? LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Nilson disse:

    Acho que o atentado contra Bolsonaro vai ficar só no Adelio!!!nehuma morte envolvendo a política foi , nos últimos 20 anos, esclarecida!!!

Ler comentários
  1. Marcelo disse:

    Os novos tempos ainda não chegaram na Bahia. Triste!

  2. Fernandz disse:

    Quem adivinhar quem mandou matar, ganha uma bala!

  3. Petronilo disse:

    A Bahia está uma Vergonha! Cada vez mais.

  4. Lauro disse:

    Terra governada por petistas, é terra arrasada em quase todos os sentidos, não há respeito aos valores fundamentais do ser humano. Roubos, assassinatos, corrupção, é o que mais se tem nestas ter

  5. SPA disse:

    Assassinato na Bahia ? A polícia deve ter concluído que foram nove "balas perdidas" .

  6. Marcos disse:

    Como é isso?! Sem motivo e sem culpado? 🤔🤔

  7. Oswaldo disse:

    Esse Brasil fica parecido com um Ceara gigante, ao contrário do que se diz na mídia, as instituições não funcionam, a constituição e um lixo e o país e controlado por cartéis que não ligam

  8. MARCO disse:

    É Bahia, meu rei . . . a preguiça é só faxada.

  9. Eduardo disse:

    É uma pena ver em que um Estado tão bonito, com um litoral maravilhoso, tem se tornado. As cidades turísticas bahianas se tornaram violentas e sujas sob gestão do PT.

  10. Marcelo disse:

    Não quiseram identificar é claro.....

  11. Andressa disse:

    É... Engraçado como morrem testemunhas q são contra o pt... Incrível como essa facção dominou e vem destruindo tudo e todos em troca de poder e dinheiro! Meu Deus... São monstros!

  12. Ka. disse:

    É como se a vítima e testemunha da Lava Jato tivesse se "suicidado" com nove tiros.. pronto. Caso encerrado. Arquive-se.

    1. Ótima sacada. O cara deu 8 tiros consecutivos em sis mesmo. a turminha do pt é até capaz de divulgar essa conclusão. Parabéns pelo senso de humor

  13. majguerini@uol.com.b disse:

    Nossas polícias (modo geral) são uma lástima! Adélio se aproximou de Bolsonaro com uma faca de quase 1 metro na mão e não foi interceptado. Battisti está sendo procurado até agora.

  14. José disse:

    A mesma coisa foi feita no assassinato do prefeito de Campinas e do prefeito de Santo André e as 10 testemunhas, não foi apurado nada pela nossa justiça petista.

  15. Eliomar disse:

    Na Bahia ainda vivemos tempos estranhos! Infelizmente não temos a quem recorrer 🤐🤫

  16. Amilcar disse:

    Mais um Celso Daniel e testemunhas do crime, mais um Toninho do PT, enquanto os articuladores dos assassinatos do PT estiverem livres, ninguém escapa de um justiciamento petista.

  17. Francisco disse:

    Vira e mexe e somos surpreendidos com atos isolados de condescendência com o crime por parte até da Lava Jato... Infelizmente, não dá para exercitar uma retidão absoluta em todos os sentidos no B

  18. Rogério disse:

    O Queiroz é que é o problema... kkkk

  19. Rene disse:

    Esse posicionamento da PF vai abrir caminho para execuções em rodovias onde fica muuuuito mais fácil o "ninguém sabe, ninguém viu".

  20. Amadeu disse:

    Há reforço da PF à vista. Na Bahia "tá tudo dominado" pelos PTistas. Tenhamos calma.

  21. Marcão/DF disse:

    Para quem matou Toninho do PT, Celso Daniel/PT e outros, em circunstâncias "exoticas", não existe saída, este partido faz parte do que há de pior, no mundo da criminalidade"

  22. Cleuza disse:

    Na Bahia, a impunidade deita-se na rede.