ACESSE

Assessora de Bolsonaro na Câmara continua vendendo açaí na praia

Telegram

Jair Bolsonaro continua usando dinheiro da Câmara para pagar o salário de uma funcionária de seu gabinete que vende açaí em Mambucaba, distrito de Angra dos Reis, onde o deputado tem uma casa, relata a Folha.

Repórteres do jornal paulistano visitaram o local hoje, em horário de expediente da Câmara, e compraram um açaí e um cupuaçu com Walderice Santos da Conceição, citada por um adversário do presidenciável no debate da Band.

Wal, que figura desde 2003 como funcionária do gabinete de Bolsonaro e recebe salário bruto de R$ 1.351,46, disse que trabalha todas as tardes na loja de açaí.

Os jornalistas só se identificaram depois da compra. Questionada se Bolsonaro deveria pagá-la com dinheiro próprio, já que ela não exerce atividade de gabinete, Wal disse apenas: “Aí é uma coisa que cabe a ele responder”.

Segundo a Folha, logo depois de os jornalistas irem embora, a funcionária ligou para a sucursal do jornal em Brasília e afirmou que irá pedir demissão.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 530 comentários