Assessores fantasmas de Flávio ocuparam outros cargos na Alerj

Assessores fantasmas de Flávio ocuparam outros cargos na Alerj
Foto: Mateus Bonomi

Ex-assessores do gabinete de Flávio Bolsonaro acusados no caso da rachadinha também ocuparam outros cargos na Alerj e, segundo o Ministério Público, repassaram parte de seus salários a Fabrício Queiroz, informa a Veja.

Nathália Queiroz, Wellington Sérvulo, Jorge Luis de Souza e Márcia Cristina Nascimento dos Santos, por exemplo, também trabalharam na vice-liderança do PP, que era comandada por Flávio.

Luiza Paes trabalhou na TV Alerj e no Departamento de Planos e Orçamento da Alerj. Raimunda Veras Magalhães passou um período lotada no gabinete do líder do PP, Dionísio Lins, antes de ser nomeada para o gabinete de Flávio.

Para o MP-RJ, Flávio “usou sua influência política para possibilitar as nomeações para outros cargos públicos”.

Leia mais: Documentos obtidos por Crusoé trazem revelações sobre o caso das rachadinhas que envolve o notório Fabrício Queiroz e Flávio Bolsonaro, o filho 01 do presidente
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 17 comentários
TOPO