Assim é fácil

Michel Temer vai se pronunciar por escrito nos autos da ação penal em que é réu Eduardo Cunha. O ex-deputado arrolou Temer, Lula e uma penca de políticos.

Cunha quer esclarecer o episódio da indicação de Jorge Zelada para a Diretoria Internacional da Petrobras. O ex-presidente quer derrubar a tese de que apadrinhou Zelada após a morte de Fernando Diniz, que o teria indicado ao cargo com apoio da bancada do PMDB mineiro.

Faça o primeiro comentário