Assista à discussão do fundão na Câmara

O plenário da Câmara começou a discutir o projeto que cria o Fundo Especial de Financiamento de Campanha, para custear campanhas eleitorais com recursos públicos –o fundão.

Clique no vídeo para assistir conosco.

https://www.youtube.com/watch?v=OrpeDFt5hko

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Fundo da Vergonha bando de canalhas!!! O Brasil quebrado, não há verba para nada e esta cambada de vagabundos, indecentes, imorais, calhordas botando a mão grande no dinheiro público… Mas tenham a certeza de que fundão algum reelegerá vocês em 2018, bando de picaretas e sem-vergonhas!!! A sociedade trabalhadora e honesta odeia, tem asco e nojo de vocês. A política brasileira fede à corrupção, à sujeira, à desonestidade!!!

  2. Ler mais 10 comentários
    1. Fundo da Vergonha bando de canalhas!!! O Brasil quebrado, não há verba para nada e esta cambada de vagabundos, indecentes, imorais, calhordas botando a mão grande no dinheiro público… Mas tenham a certeza de que fundão algum reelegerá vocês em 2018, bando de picaretas e sem-vergonhas!!! A sociedade trabalhadora e honesta odeia, tem asco e nojo de vocês. A política brasileira fede à corrupção, à sujeira, à desonestidade!!!

    2. Mas não estava faltando dinheiro para implantar o voto impresso? Para Saúde, Educação e Segurança?
      Está se percebendo que neste momento é melhor uma Intervenção. do que esta corja com. O preço a se pagar seria infinitamente menor ou até zero.
      General Mourão, a Nação aguarda a libertação.

    3. Neste País é essa zorra nas 2 casas do CN, a maioria de pé, batendo papo, consultando o celular (quando não vendo sabe-se lá o que). Sempre se vê na TV nos parlamentos de países civilizados o pessoal sentadinho, acompanhando os debates. Um retrato da nossa deseducação.

    4. Enquanto partidos e sindicatos forem sustentados por dinheiro de qualquer meio que não seja a contribuição pessoal e espontânea do cidadão. Não se importaram em fazer um bom trabalho para conquistar novos apoiadores. Simples Assim!