Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Associação de juízes federais rebate reportagem que acusa Bretas de direcionar processos

Ajufe diz que ataque "vem sendo orquestrado por alguns detentores de poderes político e econômico"
Associação de juízes federais rebate reportagem que acusa Bretas de direcionar processos
Fernando Frazão/Agência Brasil

A Associação de Juízes Federais divulgou nota em defesa de Marcelo Bretas, responsável pelas ações da Lava Jato na Justiça Federal do Rio de Janeiro. O magistrado foi citado por um advogado em delação por supostamente interferir em colaborações premiadas e ajudar a negociá-las junto com o Ministério Público.

O material foi divulgado pela revista Veja com base na delação do advogado Nythalmar Dias Ferreira Filho, mas o acordo ainda não homologado.

A revista noticia que Bretas combinou com o MP e Nythalmar decisões e eventuais recursos contrários a suas sentenças para dar ares de legalidade a negociações de delações e condenações para forçar réus a firmarem essas colaborações.

Mas, para a Ajufe, a delação do advogado não para em pé.

“A reunião transcrita na matéria foi realizada após o acordo de colaboração premiada por parte do acusado defendido por Nythalmar. O advogado procurou Marcelo Bretas pedindo esclarecimentos sobre uma suposta demora na colaboração assinada por seu cliente, uma vez que seu defendido já havia confessado, e foi feita uma chamada telefônica. O magistrado, portanto, não participou da negociação para colaboração do acusado.”

A entidade que representa juízes federais diz ainda que esses ataques aos magistrados “vem sendo orquestrado por alguns detentores de poderes político e econômico, atingidos por investigações”.

Leia a íntegra da nota aqui.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO