Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Associação de servidores divulga nota de apoio à operação da PF contra Salles

Texto acusa Salles de liderar 'antipolítica ambiental'
Associação de servidores divulga nota de apoio à operação da PF contra Salles
Foto: Ministério do Meio Ambiente/Flickr

A Associação Nacional dos Servidores Ambientais (Ascema) publicou nesta quarta (19) nota de apoio à Operação Akuanduba, da Polícia Federal, que teve Ricardo Salles como um dos alvos.

“A Ascema Nacional reforça a necessidade urgente de devolver aos servidores civis
ambientais a autonomia para realizarem seu trabalho”, diz o texto.

“Desde o início do atual governo, os indicadores de desmatamento batem recordes sucessivos no Brasil e motivam um repúdio internacional sem precedentes sobre a política ambiental brasileira, esta, que impacta diretamente a economia, sobretudo, o agronegócio. Ricardo Salles escancarou seu descaso com o compromisso primordial de sua pasta já no começo de 2020, na fatídica reunião ministerial onde soltou sua famosa frase sobre “passar a boiada” nas questões ambientais”, acrescentou a Ascema.

“Essa antipolítica ambiental promovida pelo Governo Federal, liderada por Salles, tem como foco o desmonte das instituições ambientais”, diz a associação.

“A boiada vem passando e fortalecendo o descumprimento de preceitos fundamentais no trabalho dos servidores e destruindo o marco ambiental brasileiro”.

“A operação da PF deflagrada nesta quarta-feira (19) mostra o prejuízo causado pela militarização dos órgãos de proteção ambiental. Não à toa, pelo menos cinco alvos da operação são militares que foram colocados pelo governo federal para atuar na gestão ambiental”.

No fim do texto, a associação pede a exoneração de Salles e o impeachment de Bolsonaro.

Leia também:

“A conta do desmonte parece enfim ter chegado”, diz Observatório do Clima

Portaria de Salles ‘desmontou’ ação de apreensão de gado, dizem servidores

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO