ACESSE

Associação Sionista defende médica afastada do Albert Einstein

Telegram

A Associação Sionista Brasil-Israel divulgou uma nota na noite deste sábado em defesa da médica Nise Yamaguchi, afastada na semana passada do Hospital Albert Einstein.

Como publicamos, a direção do hospital justificou o afastamento da oncologista e imunologista em razão de uma “analogia infeliz e infundada entre o pânico provocado pela pandemia e a postura de vítimas do Holocausto”.

Para a associação, a “comparação da Dra. Nise com os judeus pode parecer hiperbólica, mas os fatos que ela enxerga têm contato com uma realidade próxima ao fenômeno concentracionário”.

“Não nos desonra nem desmerece nosso sofrimento como judeus em nada! Muito ao contrário, sentimo-nos recompensados pelo fato de a lembrança do nosso morticínio seja utilizada para despertar a consciência de um povo martelado pela apatia”, diz trecho da nota.

“A Dra. Nise, pessoa que tem toda a nossa admiração pelo amor à humanidade e que expressa nas suas palavras, sempre que pode, o desejo de salvar vidas, está sendo combalida pelas imensas forças em jogo, que litigam contra um remédio a pretexto de cientificidade que pode ser debelada pelos mais simples argumentos (…).

Uma vez mais, renovamos nosso voto de apoio ao Presidente e desmentimos, como judeus que somos, essa infâmia contra a Dra. Nise, feita para macular sua imagem e atingir o chefe de Estado mais amigo que Israel já teve no Brasil; fazemo-lo com orgulho, em nome de muitíssimos judeus que comungam do mesmo pensamento.”

A cloroquina de Jair Bolsonaro conseguiu dividir a comunidade judaica no Brasil, repeoduzindo aqui a divisão ideológica que existe em Israel.

Leia AQUI a íntegra da nota.

Leia mais: Comprovação do elo entre a Presidência da República e o gabinete do ódio complica Bolsonaro. Clique e leia

Comentários

  • JOSE -

    É preciso entender que esses médicos que combatem uma possibilidade de cura não estão pensando na saúde pública em si mas, principalmente, nos seus bolsos. O mundo funciona assim. Alerta!

  • Sérgio -

    Foi bem. Mas o comentário no final é lamentável. Falando que o PR dividiu é uma vergonha

  • Maria -

    Parece uma nota encomendada com auto elogio

Ler 51 comentários