Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Associações nacionalistas negaram autoria, mas não condenaram atentado

A associação nacionalista Accale e a Frente Integralista Brasileira publicaram na última quinta (26) notas semelhantes sobre o atentado ao Porta dos Fundos. Ambas negaram participação no ataque, sem condená-lo.

A Accale afirmou que “não temos, em absoluto, nenhuma relação com o ocorrido”.

E acrescentou que se o vídeo reivindicando autoria do atentado for autêntico, “não será surpresa o ocorrido, pois o Porta dos Fundos atacou deliberadamente e de forma calculista os maiores e mais cultuados símbolos sagrados nacionais, entre eles a figura de Jesus Cristo”.

Já a Frente Integralista Brasileira limitou-se a dizer que “o grupo em questão é desconhecido pela FIB e não possuímos com ele qualquer relação”. E afirmou: “entre os Integralistas é proibido o uso de máscaras para fins de militância”.

Eduardo Fauzi, identificado pela Polícia Civil do Rio como suspeito pelo atentado ao Porta dos Fundos, publicou em seu Facebook vídeo em que dá uma aula em evento organizado pela Accale. Ele apagou o próprio perfil no começo desta semana.

No site dos integralistas, é descrito como presidente do grupo no Rio de Janeiro.

ATUALIZAÇÃO: No começo da tarde desta terça, a Frente Integralista anunciou a expulsão de Eduardo Fauzi.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO