Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

“Até o presidente foi pego de surpresa”, diz Marcos Pontes, sobre cortes na Ciência

Na sexta-feira da semana passada, o ministro admitiu ter pensado em deixar o cargo depois que soube de remanejamentos em sua pasta
“Até o presidente foi pego de surpresa”, diz Marcos Pontes, sobre cortes na Ciência
Foto: Marcos Corrêa/PR

O ministro Marcos Pontes (foto) afirmou há pouco, durante reunião da Comissão de Educação da Câmara, que até o presidente Jair Bolsonaro foi “pego de surpresa” com a tesourada nos recursos para a Ciência.

No início do mês, o Ministério da Economia anunciou o remanejamento de R$ 635 milhões do Orçamento previstos para o financiamento de pesquisas científicas. O corte incomodou o ministro, que cogitou deixar o cargo.

“Como eu já coloquei publicamente, fui pego de surpresa. Falei até com o presidente. Ontem, eu conversei com ele sobre isso e ele também foi pego de surpresa. Fui pedir ajuda para recuperar esses recursos e ele prometeu que vai ajudar”, disse Pontes.

“Eu já conversei dentro do governo sobre isso para que os recursos sejam repostos. Conversei também com a ministra Flávia [Arruda] da Secretaria de Governo e eles prometeram que isso vai ser reinstituído. Não é muito, são 600 e poucos milhões. Não é um recurso alto, mas é um recurso essencial e que trata de coisas estratégicas”, afirmou o ministro.

Mais notícias
TOPO