Até quando?

Até quando?
Foto: Alan Santos/PR

Marcelo Feller, que foi intimado pelos esbirros bolsonaristas por ter criticado o presidente da República num programa de TV, disse para o Estadão:

“O governo pega críticas que ganham visibilidade e tenta passar o recado para a coletividade de que as críticas serão criminalizadas, como se dissesse: ‘cuidado ao me criticar, porque eu vou te trazer problemas, eu tenho a máquina do Estado do meu lado’”.

Seu advogado acrescentou:

“A requisição feita pelo ministro da Justiça para instaurar o inquérito com base na Lei de Segurança Nacional, contra um advogado que atuava na qualidade de órgão da imprensa, participando de um debate público, em uma emissora de televisão, nos faz retroceder aos tempos da ditadura militar. É inadmissível que, em pleno período democrático, se repita essa estratégia”.

É inadmissível que o ministro da Justiça continue no cargo de ministro da Justiça.

Leia mais: Enquanto dezenas de países do mundo já iniciaram a vacinação contra a Covid-19, o Brasil patina entre duas vacinas.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO