Ato de ofício

Em 2013, Geraldo Alckmin protagonizou o ato de assinatura de uma parceria com a EMS e a FURP, o laboratório farmacêutico oficial do Governo de São Paulo. A cerimônia se deu no reduto do PT e sede da empresa: Hortolândia, ou PTlândia, e contou com a presença de Alexandre Padilha, do prefeito Antônio Meira, deputados como Cândido Vaccarezza e Vicente Cândido, além dos diretores da EMS Marcos e Leonardo Sanchez.

O acordo foi para a produção de Galantamina, usada contra o mal de Alzheimer.

Padilha e Vicente Cândido foram citados no início da operação Lava Jato, em contatos com o doleiro Alberto Youssef e André Vargas, por causa da negociação da parceria entre a Labogen e a EMS.

Vaccarezza está sendo investigado pela Lava Jato; Antônio Meira foi alvo da PF na semana passada.

E Alckmin? Bem, ele é o cara que aperta o botão.

Para que serve esse botão mesmo?

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200