Atualizando o menu

No Senado, a PEC do Teto vai passar com muito mais tranquilidade do que na Câmara, onde a votação em segundo turno será amanhã.

Michel Temer não precisará fazer jantares para os senadores — a não ser que já queira tratar da reforma da Previdência com eles.