AUDIÊNCIA DE DIVÓRCIO

No depoimento de Fábio Cleto na 10ª Vara Federal, Lúcio Funaro e Eduardo Cunha pareciam um casal em audiência de divórcio. Nem sequer trocaram olhares.

Com delação homologada e data para deixar a cadeia, Funaro ria e encarava o ex-amigo. Cunha, sem perspectiva de liberdade, ignorou a provocação.

O amor é a coisa mais triste quando se desfaz.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 22 comentários
  1. Antagonistas: Se houve cálculos precisos sobre matéria para alavancar o crescimento da economia que não sai do atoleiro, não sei, mas passando a régua rapidamente, chega-se a um resultado animador: Imagine nenhum bandido preso em todos os rincões desse país continental…Haveria grana suficiente até o ano de 2051 em torno de mil Geddeis/ano. Brasil livre e solto!!!! Povo feliz!!!!

  2. Quem vai ficar com o Trust? Esse “cara” tem dinheiro pra caraio, mas não pode usar, só usufruir. kkkkkkkkkkk coloca os dois numa sala fecha por 2 HS cada um com uma faca, ao abrir o que estiver vivo pega só 10 anos.

  3. Eduardo Cunha e Michel Temer merecem anistia pelo serviço prestado à Pátria – mesmo por motivos tortos – ao livrar o Brasil do jugo bolivariano. Roberto Jefferson também merece, mas já cumpriu pena. Anistia não nega que o cara é criminoso, somente isenta da pena. Se não fossem eles os brasileiros estariam comendo lixo, como os venezuelanos. Agora podem destampar o barril de insultos, burrice e falta de argumentos!

    1. O impeachment foi comprado por Temer e Cunha, no acórdão nacional. Não tem anistia não! Cadeia pra todos e JÁ! Lula, Dilma, Temer, Collor, Aécio, Sarney! TODOS ELES!

  4. Li em algum lugar, ou escutei, sei lá, confesso que não me lembro onde, que assuntos relacionados a dinheiro – problemas financeiros, pra ser mais técnico – seria a maior causa de divórcios. Faz sentido?