ACESSE

ÁUDIO: "SE NÃO ABRIR A CAIXA-PRETA DO BNDES, ESTÁ FORA!", DIZ BOLSONARO SOBRE LEVY

Telegram

O Antagonista questionou o presidente eleito, Jair Bolsonaro, sobre a escolha de Joaquim Levy para comandar o BNDES, apesar de seu histórico de serviços prestados aos governos de Dilma Rousseff e Sergio Cabral.

“Tanta gente que já apoiou a Dilma, apoiou o Lula, apoiou o Temer… Não é por que apoiou, teve do lado, num cargo, que você vai execrar o cara. Teve cara que passou por lá sem problema nenhum”, disse.

Bolsonaro explicou que “foi uma decisão do Paulo Guedes, que pediu um voto de confiança”.

“A caixa-preta vai ser aberta na primeira semana! Não tenha dúvida disso. Se não abrir a caixa-preta, ele está fora, pô.” O presidente eleito disse ainda que quer a “suspensão de todos os sigilos” do BNDES. “Isso será tratado dessa maneira.”

Ele comentou ainda que não existe nenhum processo contra o Levy, “nada que desabone sua conduta”.

Escute a declaração de Jair Bolsonaro em áudio abaixo:

https://cdn.oantagonista.net/uploads/2018/11/WhatsApp-Audio-2018-11-12-at-17.08.31-online-audio-converter.com-1.mp3

Um lobista pode causar dor de cabeça a Bolsonaro. Mas nenhum grande jornal contou isso para você ainda. LEIA

Comentários

  • José -

    Vc sabe se ela foi ou não foi convidada? E se ela foi convidada e não aceitou, por N razões? Ou você sabe mais que eles? Calma

  • DECEPÇÃO -

    Decepção com essa indicação. Nada a ver. Se foi eleito com discurso antissistema, porque trazer para o governo um sujeito enrolado nos governos Cabral/Dilma? Mais do mesmo!

  • leonardo -

    se ele tivesse algum processo estariam falando disso, como esta limpo ai a "resistência" vem com a conversa que já participou do governo corrupto, vai ser sempre assim com todas as indicações.

Ler 718 comentários