ACESSE

Áudios do PCC: 'As afirmações feitas são graves', argumentam senadores ao pedirem quebra de sigilo

Telegram

O Antagonista obteve, em primeira mão, o ofício enviado à PGR em que os senadores Major Olímpio e Soraya Thronicke pedem a quebra de sigilo dos áudios interceptados pela Polícia Federal no âmbito da Operação Cravada, que desbaratou um núcleo financeiro do PCC.

“As afirmações feitas são graves e é de fundamental importância que o inteiro teor de todos os diálogos e demais dados, constantes da investigação, tornem-se públicos”, diz trecho do documento.

Em uma das conversas interceptadas pela Polícia Federal, um dos membros da facção fala que havia um diálogo “cabuloso” com o PT. Há também ataques verbais a Sergio Moro.

“A bem do interesse público e tendo em vista o teor do diálogo divulgado, não há motivos que ensejem qualquer sigilo, uma vez que o interesse da sociedade está posto para o conhecimento da realidade dos fatos já investigados, até mesmo pela gravidade de seu conteúdo.”

O ofício foi entregue à procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

AQUI a íntegra.

NOVA DISPUTA ENTRE BOLSONARISMO E PT? CONFIRA

Comentários

  • PAULO -

    Sinceramente, se esse dialogo tivesse vindo do STF , eu não estranharia, alias vocês tem certeza que foi do PCC e não do STF ?

  • Uirá -

    As FARC é grande fornecedora de drogas para as facções brasileiras, se o PT diz que ela é uma organização legítima, pq não consideraria o msm quanto ao PCC e CV, se aliando a eles para achacar o povo?

  • Fátima -

    Sempre se soube do envolvimento do PT com o narcotráfico. Agora mudou o status.. existe uma afirmação. O caso é absurdamente grave. A verdade tem quer ser revelada aos eleitores.

Ler 101 comentários