Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Auditores fiscais denunciam em Paris "retrocesso" no combate à corrupção

O Sindifisco Nacional acaba de protocolar na sede do Grupo de Ação Financeira contra a Lavagem de Dinheiro e o Financiamento do Terrorismo (GAFI/FATF), vinculado à OCDE, denúncia sobre “medidas de retrocesso do Estado brasileiro” no combate ao crime.

O documento relaciona “atos praticados por várias esferas de Poder no país, incluindo o STF e o TCU, que vão na contramão de tratados de colaboração internacional dos quais o Brasil é signatário”.

A próxima reunião dos membros do GAFI será na segunda-feira, 14.

“Entre os pontos que atestam o retrocesso institucional estão iniciativas que pretendem tolher a obrigação dos Auditores-Fiscais de compartilhar com o Ministério Público informações acerca de suspeitas de crimes detectados durante apurações tributárias”, diz a entidade.

Além do GAFI, o Sindifisco irá apresentar a mesma denúncia ao Grupo Egmont, que reúne as unidades de inteligência financeira (UIF) de vários países, ao Escritório das Nações Unidas para Drogas e Crime (UNODC) e à Força-Tarefa em Crimes Tributários da OCDE.

Confira AQUI a íntegra do documento:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO