Auditoria do Itaquerão acusa ‘roubo’ da Odebrecht

Uma auditoria feita pela atual gestão do Corinthians descobriu que a Odebrecht e as empresas Temon e Heating & Cooling se apropriaram de recursos que deveriam ter sido usados na obra do estádio.

Cláusula do contrato do clube com a empreiteira previa que o dinheiro economizado em determinada parte da obra deveria ser reaplicado na própria construção.

Faça o primeiro comentário