Aulas de computação

O Radar também informa que o delator Vinícius Borin, responsável pelo “banco da propina”, tem explicado aos procuradores o funcionamento do software criado pela Odebrecht para pagamentos ilegais a políticos.